top of page

SC: Exportações de carne suína alcançam recorde em volume e receita

Em 2023, as exportações de carne suína do Brasil, abrangendo produtos in natura e processados, atingiram um patamar histórico, registrando um total de 1,229 milhão de toneladas, o que representa um crescimento de 9,8% em relação ao volume embarcado em 2022, que foi de 1,120 milhão de toneladas.


Esses dados foram divulgados pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), que também destacou um desempenho recorde em termos de receita. No acumulado dos doze meses de 2023, as vendas internacionais de carne suína geraram uma receita de US$ 2,818 bilhões, superando em 9,5% o valor alcançado em 2022, que foi de US$ 2,572 bilhões.


O presidente da ABPA, Ricardo Santin, observou que esses resultados confirmam as projeções da associação para o ano, considerando as variações nos custos de produção e a busca pela recuperação da rentabilidade na atividade.


As exportações do setor apresentaram um desempenho positivo no último mês do ano, com um total de 110,9 mil toneladas embarcadas em dezembro, representando um aumento de 7,9% em relação ao mesmo período de 2022.


Em termos de receita, as exportações totalizaram US$ 231,5 milhões, um valor 8,8% menor em comparação com dezembro de 2022, que registrou US$ 253,8 milhões.


A China segue como maior importadora de carne suína do Brasil. Aliás, o País asiático vai inspecionar mais 28 frigoríficos brasileiros para habilitação. São plantas de carne bovina, de aves e de carne suína.



Fonte/foto: ACCS






22 visualizações

Comments


Whatsapp-Icon-PNG-300x300.png
bottom of page