top of page

São Carlos reabre abrigo e Águas de Chapecó já retira moradores em áreas ribeirinhas

As intensas chuvas desta quinta-feira (2), já fazem com que a Defesa Civil de São Carlos e de Águas de Chapecó se movimentassem. No caso de São Carlos, o dia foi de reuniões visando monitorar a situação levando em conta a alta do nível do Rio Uruguai.


A chuva intensa do fim da tarde aliado a maior precipitação em regiões próximas em cabeceiras de afluentes, fez com que a vazão da Foz do Chapecó aumentasse rapidamente conforme cronograma de horários.


Segundo Fábio Kaiser, coordenador da Defesa Civil de São Carlos, com os 18 mil metros cúbicos de vazão registrados no início da noite, São Carlos abriu seu abrigo em Balneário de Pratas, e orientou pessoas mais ribeirinhas a retirar alguns pertences, por segurança.


Já em Águas de Chapecó, por volta das 21hs, a Defesa Civil já auxiliava na retirada de, pelo menos, três famílias, as margens do Rio Chapecó. Conforme o coordenador municipal da Defesa Civil aguense, Cleimar Boetcher, a Hidroeste já estava com vias de acesso e parque alagadas.



O monitoramento prossegue conforme vazão da Foz do Chapecó, em relação ao Rio Uruguai e que pode chegar até 22 mil metros cúbicos, conforme o último boletim.


Em Boletim nesta noite, o meteorologista da Tropical FM, Piter Scheuer alertou para a alta do Rio Uruguai, que segundo ele deverá ocasionar enchentes em Balneários como de São Carlos, Palmitos e em especial Itapiranga.



Tropical FM/EC / Fotos: Defesa Civil/Águas de Chapecó




1.772 visualizações

Comments


Whatsapp-Icon-PNG-300x300.png
bottom of page