top of page

Produtores de São Carlos e região trocam informações sobre proteção de cursos d'agua


Cerca de 70 famílias da Região Oeste participam desde esta terça-feira (22), de reuniões do Projeto Mata Ciliar, direcionado à proteção e recuperação da vegetação ao longo de cursos d’água. O projeto conta com recursos da Casan, parceria da Epagri e execução de profissionais do Consórcio Iberê.


Os Encontros de Família serão realizados de 22 de agosto a 5 de setembro, em sete municípios: Águas de Chapecó, Caxambu do Sul, Chapecó, Cordilheira Alta, Guatambu, Planalto Alegre e São Carlos.


Desenvolvido desde 2002, o Projeto Mata Ciliar já permitiu o isolamento e a recuperação de 343 milhões de metros quadrados de mata ciliar em aproximadamente 30 nascentes e cursos d’água da Região Oeste.


A Casan investiu 2,7 milhões de reais para que as ações de recuperação da Mata Ciliar sejam desenvolvidas prioritariamente em mananciais de abastecimento público e seus afluentes, conservando os recursos hídricos. O trabalho beneficia 495 famílias de pequenos produtores rurais.


Entre as Bacias Hidrográficas com áreas protegidas estão as dos rios Irani, Chapecó e Uruguai, e entre os cursos d’água, o Lajeado São José e o Rio Tigre, principais mananciais de captação de água pela Casan para Chapecó, a maior cidade do Oeste.




Fonte/foto: ASCOM/São Carlos

89 visualizações

Σχόλια


Whatsapp-Icon-PNG-300x300.png
bottom of page