Seleção queria reservas nas Eliminatórias e titulares em amistosos; Fifa veta!


A CBF fez consulta informal à Fifa e à Conmebol sobre a possibilidade de montar time alternativo para disputar as últimas duas rodadas das Eliminatórias em março, enquanto o time principal viajaria para enfrentar os europeus, mas recebeu "não" como resposta.


Em março, a Seleção, que está classificada com cinco rodadas de antecedência, enfrenta o Chile, em Salvador, dia 24, e depois, em La Paz, a Bolívia, no dia 29. As datas coincidem com a repescagem para a Copa do Mundo das seleções europeias, o que permitiria a agenda com rivais do Velho Continente já previamente classificados. E sem jogos da Liga das Nações. Algo raro no calendário europeu.


O entendimento destas entidades é pelo dever de prestigiar às Eliminatórias, mesmo nas últimas duas rodadas. É provável também que, com quatro vagas diretas e uma em repescagem, as últimas rodadas apresentem chances de classificação ainda a Chile e Bolívia, adversários do returno das Eliminatórias - o que pode também interferir em interessados em outras partidas.


E, claro, tem a ver também com as questões comerciais envolvidas, de levar "o que há de melhor" para todas as rodadas da classificatória para o Mundial do Catar.


A seleção brasileira vai ter janela para amistosos em junho e em setembro. Internamente, não é de hoje já se admite como remota a chance de enfrentar europeus. A ideia é, pelo menos, encarar adversários possíveis de primeira fase e oitavas de final de Copa do Mundo.


Confira a agenda da Seleção em 2022:


27/1 - Brasil x Equador, em Quito

1/2 - Brasil x Paraguai, no Mineirão

24/3 - Brasil x Chile, na Arena Fonte Nova

29/3 - Brasil x Bolívia, em La Paz

1º/4 - Sorteio de grupos Copa do Mundo


Entre 31 de maio e 14 de junho - Três amistosos, com datas, locais e adversários a definir

Entre 19 e 27 de setembro - Dois amistosos, com datas, locais e adversários a definir.



FONTE: Globoesporte.com

FOTO: Divulgação / CBF

1 visualização
Whatsapp-Icon-PNG-300x300.png