Em clima de revanche com Argentina, Brasil estreia no Sul-Americano de Vôlei


Das 33 edições de Campeonato Sul-Americano Masculino de Vôlei, a seleção brasileira venceu 32. Em Brasília, de quarta-feira a domingo, a competição deve ter um sabor diferente desta vez, com o time de Renan Dal Zotto querendo revanche diante da Argentina - os rivais bateram o Brasil na disputa pela medalha de bronze dos Jogos.


A competição seria disputada com dois grupos de três times, mas a Venezuela acabou desistindo de participar alegando problemas com a pandemia do coronavírus. Com isso, o campeonato será em turno único.


O Brasil estreia diante do Peru nesta quarta-feira, às 19h. A segunda rodada, no mesmo horário, terá a Colômbia como adversária na quinta-feira, e no dia seguinte os anfitriões pegam o Chile - todas as partidas terão transmissão do SporTV2. O Brasil encerra a competição enfrentando a Argentina no domingo, às 10h, com transmissões do SporTV2 e da Globo.


O elenco comandado por Renan Dal Zotto terá sete campeões olímpicos: os levantadores Bruninho e Fernando Cachopa, o oposto Alan, o ponteiro Lucarelli, os centrais Lucão e Isac, e o líbero Thales. Além deles, foram convocados Abouba, João Rafael, Vaccari, Adriano, Flávio, Cledenilson e Maique.



O Sul-Americano não terá a presença do público, atendendo medidas restritivas de distanciamento social. Os dois primeiros colocados garantirão vaga no próximo Campeonato Mundial, em 2022, da Rússia.



FONTE: Globoesporte.com

FOTO: Chris Graythen/Getty Images


13 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
Whatsapp-Icon-PNG-300x300.png