Covid19: SC encerra período de calamidade pública


Após dois anos, Santa Catarina não está mais em estado de calamidade pública por conta da pandemia da Covid-19.





O governador Carlos Moisés anunciou em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira (31) em Florianópolis, que não irá renovar o decreto de emergência em saúde, que valia até esta data. A ação faz parte do processo de volta à normalidade em função da melhora do cenário epidemiológico e do avanço na vacinação.


Santa Catarina encerra o período de calamidade pública com a menor taxa de letalidade para a doença no país, 1,3% contra 2,2% na média nacional. Atualmente, são 4,2 mil casos ativos para o novo coronavírus.


No pico, em 29 de janeiro deste ano, foram mais de 80 mil. Em termos práticos, o fim da calamidade pública significa um retorno aos ritos habituais nos processos de gestão administrativa, notadamente na Secretaria de Estado da Saúde.


O Centro de Operações em Emergências em Saúde (COES), por exemplo, deixa de existir. O órgão deu suporte técnico às decisões tomadas pelos gestores públicos no enfrentamento à pandemia.


O governador explica que o Governo seguirá com os atendimentos a todos que necessitem, porém o que eram regras anteriormente passam a ser orientações agora, como o uso de máscaras.


Criada antes mesmo da pandemia, em 2019, a Política Hospitalar Catarinense exerceu um papel fundamental no combate à Covid-19. Os repasses às unidades filantrópicas passaram a ter um critério técnico, variando conforme o tamanho do hospital.


Em 2019, foram aportados R$ 190 milhões. Esse número saltou para R$ 275 milhões em 2020 e R$ 312 milhões em 2021. Para 2022, a estimativa é de um repasse de R$ 654 milhões.


Fundamentais no combate ao coronavírus, os servidores da Saúde também tiveram dezenas de capacitações técnicas, com ênfase na urgência e emergência. Ao todo, a SES qualificou mais de 8 mil profissionais, com treinamentos semanais, em cerca de 68 cursos.


Um programa desenvolvido pela SES, o Todos Contra o Coronavírus, também chegou a 100% dos servidores hospitalares e gestores de saúde pública.




Fonte/foto: SeCOM/SC

31 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
Whatsapp-Icon-PNG-300x300.png