Confira as escalações para o duelo de hoje ás 22h



Exatamente dois meses após duelarem nas quartas de final da Copa América, Chile e Brasil voltam a ficar frente a frente nesta quinta-feira, desta vez pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. O jogo, válido pela nona rodada da competição, acontece às 22h (de Brasília), no Estádio Monumental de Santiago.


Líder das Eliminatórias, a Seleção tenta manter os 100% de aproveitamento ganhando mais uma dos chilenos. A sétima vitória seria recorde brasileiro neste novo formato da classificação ao Mundial.


Na última partida, em julho, o Brasil venceu por 1 a 0, com gol de Lucas Paquetá, no Engenhão, mas não teve vida fácil. A equipe de Tite atuou quase todo o segundo tempo com um jogador a menos, após a expulsão de Gabriel Jesus.


Já o Chile tenta se recuperar após um início ruim nas Eliminatórias. A seleção venceu apenas um jogo (contra o Peru) e começa a rodada na sétima colocação.


Com cerca de 72% da população totalmente vacinada contra a Covid-19, o governo local decidiu abrir o estádio para cerca de 10 mil pessoas nesta noite.


A última derrota do Brasil em Eliminatórias foi justamente para o Chile, em Santiago, em 2015, por 2 a 0, quando Dunga ainda era o técnico.


Este será o 74º confronto entre as seleções. Até aqui, foram 51 vitórias do Brasil, 14 empates e oito triunfos chilenos.


Vale lembrar que os quatro primeiros colocados das Eliminatórias se classificam para a Copa do Mundo do Catar – o quinto lugar disputa a repescagem. Isolado na ponta da tabela, o matemático Tristão Garcia calcula em 99% as chances de classificação brasileira.


CHILE


La Roja parece viver os últimos momentos de sua geração de ouro e acumula decepções recentes. o Chile vem de uma derrota (Venezuela) e dois empates (Bolívia e Argentina) nas Eliminatórias e teve campanha ruim na Copa América. Foi o quarto colocado do Grupo B e conseguiu ganhar apenas um de cinco confrontos.


Para encarar o Brasil, Martín Lasarte, técnico uruguaio que substituiu Reinaldo Rueda, que foi para a Colômbia, deve levar a campo um time com linha de três zagueiros.


O treinador uruguaio tem desfalques importantes: o zagueiro Francisco Sierralta e os atacantes Ben Brereton e Alexis Sánchez. Os dois primeiros não foram liberados pelos clubes ingleses Watford e Blackburn Rovers, respectivamente. Já o artilheiro chileno se recupera de uma lesão muscular.


O escolhido para jogar ao lado de Vargas deve ser Iván Morales, atacante de Colo Colo, de 22 anos, que vive grande fase, com dez gols marcados no campeonato chileno.


Provável escalação: Bravo; Paulo Díaz, Medel e Maripán; Mena, Charles Aránguiz, Isla, Pulgar e Vidal; Meneses e Vargas.


Desfalques: Sierralta e Ben Brereton (não liberados) e Alexis Sánchez (machucado).


BRASIL


Tentando virar a página do vice-campeonato da Copa América, a Seleção chega com problemas nesta data Fifa. Tite convocou 34 jogadores, mas só poderá contar com 22 em Santiago.


Nove atletas que atuam no futebol inglês, entre eles o goleiro Ederson, o zagueiro Thiago Silva e o atacante Richarlison, que costumam ser titulares, não foram liberados. Além deles, o meio-campista Matheus Nunes, do Sporting, também não se apresentou. Por fim, houve duas baixas de última hora: Claudinho e Malcom treinaram com o grupo, mas tiveram que voltar ao Zenit, da Rússia.


Com tantos desfalques e tendo apenas dois treinos com o grupo completo, Tite deve manter a estrutura da Seleção na Copa América. As principais dúvidas estão no ataque, setor que pode contar com Gabigol e Vini Júnior, mas também tem Matheus Cunha e Hulk como opções.


Herói da vitória sobre o Chile há dois meses, Lucas Paquetá dessa vez começa jogando. Mas o único confirmado por Tite como titular é Casemiro, que será capitão do Brasil nesta partida.


Provável escalação: Weverton; Alex Sandro, Marquinhos, Éder Militão e Danilo (Daniel Alves); Bruno Guimarães e Casemiro; Neymar, Lucas Paquetá, Vinicius Jr (Matheus Cunha) e Gabiegol.


Pendurados: Éder Militão e Marquinhos


Desfalques: Alisson, Ederson, Thiago Silva, Fabinho, Fred, Roberto Firmino, Raphinha, Richarlison, Gabriel Jesus, Malcom e Claudinho (não liberados pelos clubes em que jogam) e Matheus Nunes (alegou que teria que cumprir quarentena na volta a Portugal, mas tem convite para jogar na seleção lusitana).


ARBITRAGEM


Árbitro: Diego Haro, do Peru

Auxiliares: Jonny Bossio e Jesus Sanchez, do Peru

Quarto árbitro: Augusto Menendez, do Peru

VAR: Victor H. Carrillo, do Peru



FONTE: Globoesporte.com

35 visualizações
Whatsapp-Icon-PNG-300x300.png