Chapecoense S/A: Conselho aprova mudança de modelo no futebol para clube-empresa


Os conselheiros da Chapecoense aprovaram com unanimidade a transição do modelo de gestão para a Sociedade Anônima do Futebol (SAF) em reunião na noite da última quinta-feira. A votação aconteceu de forma online e presencial.


De acordo com o clube catarinense, "95% do patrimônio da SAF pertencerá à Associação Chapecoense de Futebol. O modelo aprovado prevê a cisão do departamento de futebol, contemplando o profissional masculino e feminino, as categorias de base masculinas e femininas e todas as suas respectivas situações".


Também ficou determinado que escudo, hino, cores, mascote e sede em Chapecó serão mantidos.


Luiz Peruzzolo, vice-presidente administrativo e financeiro, entende que a mudança é importante para garantir que os credores tenham os seus valores pagos, assim como as famílias das vítimas do acidente aéreo.


– A Chapecoense foi "refundada" com os mesmos sonhos e os mesmos objetivos das pessoas que fundaram o clube em 1973. Nós devemos pensar grande e sonhar que a Chape será um time muito grande, que irá honrar com os seus compromissos e, principalmente, honrar o povo sério do Oeste catarinense – disse.

O que é SAF?

No mês de agosto, após aprovação do Senado e da Câmara, o presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que estabelece regras para a transformação de clubes em empresas e cria a figura da Sociedade Anônima do Futebol (SAF).


No novo modelo, as equipes terão instrumentos para capitalização de recursos e financiamento próprio para emissão de títulos de dívida (debêntures-fut), atração de fundos de investimento e lançamento de ações em bolsa de valores.


Fonte: ge.globo.com

Foto/arte: migalhas.com.br

48 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
Whatsapp-Icon-PNG-300x300.png