Chape e América-MG empatam em jogo marcado por polêmicas do VAR


Dois gols depois dos 40 minutos do segundo tempo, dois cartões vermelhos, mas apenas uma expulsão (o outro foi retirado com o auxílio do VAR), um gol anulado e muita polêmica. Assim foi o empate por 1 a 1 entre Chapecoense e América-MG na noite desta segunda-feira, na Arena Condá, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.


Alan Ruschel de volta a Chapecó


O lateral-esquerdo do América-MG merece um tópico à parte. Ele é um dos sobreviventes da tragédia com o avião da Chapecoense na Colômbia, em 2016, e pela primeira vez enfrentou o ex-clube desde sua saída em fevereiro. O jogador foi capitão do time nos títulos do Catarinense e da Série B do Brasileiro, ambos em 2020, e recebeu das mãos do ex-zagueiro Neto, outro sobrevivente, uma placa em homenagem aos serviços prestados ao Verdão do Oeste. Em campo, o camisa 6 ficou apenas 19 minutos até ser substituído com dores no joelho. Antes, aos 13, chegou a ser expulso após falta forte em Geuvânio, mas após revisão do VAR recebeu o cartão amarelo e a permissão de permanecer no jogo, mas logo sentiu o problema e deixou de vez o gramado.


Polêmicas com o VAR


O segundo tempo teve mais dois lances revisados pelo árbitro de vídeo. Jean Pierre Gonçalves Lima sugeriu a primeira revisão no lance entre o zagueiro Kadu, da Chape, e Ramon, do América-MG. Em campo, o árbitro não assinala falta, mas após rever a imagem ele considerou agressão do jogador do Verdão e o expulsou. Comentarista de arbitragem do Grupo Globo, o ex-árbitro Salvio Spínola considerou exagero o cartão vermelho: "Achei exagero. Acredito que o VAR induziu o árbitro a aplicar o vermelho. Não é para cartão vermelho direto, e não deveria ser consultado o VAR". Em seguida, Eduardo Bauermann marca o gol para o Coelho, mas o lance é anulado por impedimento em nova revisão do árbitro de vídeo.


Como fica


A Chapecoense volta a pontuar após oito derrotas seguidas. O Verdão do Oeste, porém, permanece na lanterna da Série A, mas agora com cinco pontos. O América-MG também está na zona de rebaixamento. O Coelho tem 15 pontos e ocupa a 18ª posição na tabela de classificação, a dois pontos do Cuiabá, primeiro time fora do Z-4.


Próximos jogos


A Chapecoense abre a 17ª rodada no sábado, às 17h, contra o Atlético-GO, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia. O América-MG tem compromisso na próxima segunda-feira, às 20h, quando recebe o Bragantino, na Arena Independência, em Belo Horizonte.



FONTE: Globoesporte.com

FOTO: Tarla Wolski/Futura Press

20 visualizações
Whatsapp-Icon-PNG-300x300.png