Auxílio Brasil: Governo inclui 556 mil novas famílias

O Ministério da Cidadania informou nesta quinta-feira, (10) ,que 556,54 mil novas famílias foram incluídas no programa do Auxílio Brasil – programa de transferência de renda que substituiu o Bolsa Família. Segundo o ministério, com essa inclusão o governo "mantém a fila do programa zerada".


Dessa forma, serão 18,05 milhões de famílias beneficiadas em fevereiro e mais de R$ 7,3 bilhões repassados, sendo que cada família receberá o valor mínimo de R$ 400. A próxima parcela do programa começará a ser paga em 14 de fevereiro.


Em janeiro, o governo pagou o benefício a 17,5 milhões de famílias. O repasse no mês totalizou R$ 7,1 bilhões.


Ao entrar no programa, as famílias recebem, pelos Correios, duas cartas encaminhadas pela Caixa: a primeira com orientações gerais sobre o Auxílio Brasil e a segunda com o cartão para movimentação bancária do benefício. Com ele, a pessoa pode fazer saques parciais ou no valor integral do benefício.


Até que essas novas famílias recebam o cartão do programa, o benefício poderá ser movimentado pelo Caixa TEM – mesmo aplicativo usado para recebimento do Auxílio Emergencial. Assim, não é necessário ir às agências da Caixa.


As parcelas mensais do Auxílio Brasil ficam disponíveis para saque por 120 dias após a data indicada no calendário.


Para saber em que dia o benefício ficará disponível para saque ou crédito em conta bancária, a família deve observar o último dígito do Número de Identificação Social (NIS), impresso no cartão de cada titular. Para cada final do NIS há uma data correspondente por mês.


Em caso de dúvidas sobre o Auxílio Brasil, o governo oferece 3 canais de atendimento: pelo telefone 121, do Ministério da Cidadania, pelo 111 da Caixa Econômica Federal e pelo aplicativo do Caixa Tem.


Confira o calendário de pagamento abaixo:



Fonte: Economia/G1 / Foto: Caixa Econômica Federal

74 visualizações
Whatsapp-Icon-PNG-300x300.png