Aumento da tarifa de energia pode influenciar preço de alimentos


Com o reajuste de 52% na bandeira tarifária vermelha patamar 2, aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), nesta terça-feira, 29, os consumidores também podem ser impactados pela alta nos preços dos alimentos. Vale lembrar que, a partir de julho, a cobrança extra na conta de luz passará de R$ 6,24 para R$ 9,49 a cada 100 kWh consumidos, o que encarece ainda mais a fatura. Segundo Tiago Sayão, economista e professor do Ibmec, o reajuste na bandeira tarifária afetará diretamente os consumidores com uma conta de luz mais elevada, além de outros setores como a agropecuária, indústria e o próprio varejo. A energia elétrica representa um componente de custo significativo em atividades como supermercado, padaria e salão de cabeleireiro.



Fonte/foto: Suinocultura Industrial



5 visualizações
Whatsapp-Icon-PNG-300x300.png