top of page

Após derrota, governo federal libera emendas para salvar agenda


A pressão da cúpula do Congresso Nacional, somada à pressão sobre a articulação política, alvo de fritura após a aprovação de um projeto que visa derrubar os decretos do atual governo sobre o marco do saneamento, impuseram uma mudança na estratégia do governo federal.


O Planalto liberou, em dois dias, mais de R$ 1 bilhão em emendas parlamentares.


No total, foram cerca de R$ 700 milhões na terça-feira, 9, e R$ 433 milhões na quarta-feira, 10. Isso representa 68% de todo o montante distribuído desde o início da gestão.


O movimento ocorre às vésperas da votação de projetos caros ao governo Lula 3, como o novo arcabouço fiscal, e simboliza uma tentativa de salvar a agenda prioritária da administração federal.




Fonte/foto: Jovem Pan/Agência Senado


49 visualizações

Comments


Whatsapp-Icon-PNG-300x300.png
bottom of page