ALESC :Comissão aprova palestras e reuniões sobre prevenção às drogas pelo estado.


A Comissão de Prevenção e Combate às Drogas da Assembleia Legislativa realizará no decorrer deste ano palestras e reuniões em escolas e comunidades terapêuticas de todo o estado, voltadas à prevenção às drogas. A medida foi aprovada pelos membros do colegiado, em reunião realizada nesta quarta-feira (9).


Conforme o presidente da comissão e proponente dos eventos, deputado Ismael dos Santos, são 160 palestras em escolas estaduais e municipais e 70 reuniões em comunidades terapêuticas. Elas serão realizadas entre março e julho e entre novembro e dezembro deste ano. “Vamos atender, nas escolas, os alunos dos últimos anos do ensino fundamental e do ensino médio, que não são atendidos pelas palestras do programa Proerd”, afirmou Ismael. “São palestras que atuam em três eixos: a repressão, a prevenção e o acolhimento.”


As primeiras palestras e reuniões serão realizadas em Joinville e Araquari, já na próxima semana. As demais ocorrerão conforme demanda apresentada à comissão.


Também durante a reunião desta quarta, o deputado Ismael dos Santos informou que a Secretaria de Estado da Saúde (SES) deve abrir, até abril, um edital para o credenciamento de novas comunidades terapêuticas ao Reviver, programa mantido pelo governo estadual para o financiamento de vagas para acolhimento de dependentes químicos.


Conforme o parlamentar, atualmente 70 entidades estão credenciadas. “Temos 150 comunidades no estado e muitas já demonstraram interesse em aderir ao Reviver”, comentou.


Pelo programa, cada comunidade recebe R$ 1 mil por dependente acolhido. Esse valor, conforme Ismael, é o mesmo desde o início do programa, em 2013, e deve ser reajustado. “Estamos pedindo que ele passe para R$ 1,5 mil, pelo menos.”


A deputada Luciane Carminatti questionou sobre a quantidade de vagas do Reviver que são reservadas para mulheres. Conforme Ismael, atualmente, são 120 vagas, disponíveis em quatro das 70 comunidades credenciadas ao programa. Porém, a demanda por essas vagas é desconhecida. “Coloco isso como um desafio para a comissão, contanto com a parceria da Secretaria da Saúde, para nos dar um diagnóstico mais técnico a essa clientela”, disse Ismael.


Fonte/foto: ALESC

14 visualizações
Whatsapp-Icon-PNG-300x300.png