Acadêmicos de Zootecnia da Udesc visitam propriedade no interior de São Carlos


A propriedade dos agricultores José Cléo e Ida Kunst recebeu nesta segunda-feira (23) acadêmicos de Zootecnia da Udesc. A visita foi para conhecer a estrutura de secagem e estoque próprio de grãos. A Epagri esteve acompanhando com os extensionistas Paulo Menoncini e Marlene Boniatti, de São Carlos e Águas de Chapecó, respectivamente. A estrutura tem capacidade para 3.500 sacas em cada silo, totalizando 7.000 sacas. No município há outras sete propriedades com esquema parecido.


Os acadêmicos que estivem presentes, estão cursando a matéria de Planejamento e Elaboração de Projetos Sustentáveis, eles estiveram acompanhados do professor Luiz Alberto Nottar, que destaca a visita e a importância de sair da sala de aula. “A gente se sente honrado e agradecido por abrirem a propriedade para mostrar esse projeto armazenagem de grãos, que é utilizado dentro da propriedade para alimentação dos animais. Como são alunos do curso de zootecnia e a disciplina está ligada a parte de projetos a gente achou interessante que os alunos conhecessem um projeto ligado à produção da propriedade, que eles possam desenvolver novas ideias, aprimorar o seu conhecimento e fortalecer aquilo que a gente ensina dentro da sala de aula” disse o professor.


O proprietário, José Cléo Kunst, falou sobre as vantagens de fazer o investimento. “Em primeiro lugar, sou grato por esses universitários vim aqui buscar conhecimentos no que a gente já tem prática nesse silo secador à ar seco. Nós sentimos uma necessidade de fazer isso aí em função da distância de levar nosso produto para cooperativas e as vezes dos no qual não concordávamos, mesmo que no sempre haverá, além disso pensamos na nossa estrutura, da sucessão familiar e da necessidade de nós manter o nosso produto aqui na nossa propriedade. Nele você pode estoca todos os tipos de grãos, fazer a pré-limpeza dele para levar na cooperativa ou vender no comércio. Só que a parte de milho, por exemplo, nós utilizamos todo aqui, desde para fazer ração as para as granjas suínos que temos na propriedade” complementou o produtor.



Paulo, responsável pela Epagri de São Carlos, ressaltou que o investimento tem um custo benefício bom em relação ao que se pode lucrar. “Essa é uma tecnologia que a Embrapa desenvolveu e estamos trabalhando aqui nos municípios de Santa Catarina para secar grãos em casa e armazenar eles. Para o agricultor que tem consumo grande de alimento na sua propriedade, é uma alternativa interessante porque diminui os custos de produção e você ainda consegue ter um alimento de alto padrão de qualidade para os animais, isso se convertem em maior desempenho dos animais, menor custo de produção e no final uma rentabilidade interessante” salienta o engenheiro agrônomo.


A extensionista Marlene, acompanhou a visita para conhecer mais e implementar o sistema em Águas de Chapecó, onde já tem agricultores interessados no sistema. “Nós em Águas de Chapecó temos a produtores interessados, então estamos vindo aqui conhecer in loco essa experiência que a gente também já recebeu capacitação para realização dos projetos e essa visita traz mais conhecimento para que possamos implementar em nosso município com o atendimento melhor o produtor” finaliza Marlene.


Fotos: Felipe Eduardo/Tropical FM



457 visualizações
Whatsapp-Icon-PNG-300x300.png